Notícias

Um plano para a Reserva Extrativista Verde Para Sempre

Estudo Resex Verde Para Sempre
Estudo é resultado de minucioso trabalho de pesquisa e mapeamento do cenário socioeconômico, político e institucional do território

A Reserva Extrativista Verde Para Sempre ocupa cerca de 75% do território de Porto de Moz, no Pará, e é habitada por 2.235 famílias, mas, apesar do seu tamanho e biodiversidade, apresenta um quadro típico das regiões amazônicas. Por um lado, tem potencial de desenvolvimento a ser explorado, com capacidade de produzir ativos da bioeconomia cada vez mais valorizados mundialmente. Por outro, sofre pressões para a expansão de atividades de alto impacto ambiental que não proporcionam qualidade de vida digna para seus moradores.

A partir dessa problemática, os especialistas do Instituto Interelos realizaram, entre os meses de janeiro de 2021 e março de 2022, diversas visitas ao território a fim de conduzir entrevistas com atores locais e levantar suas principais necessidades organizacionais, financeiras, tecnológicas e logísticas. Montaram, a partir daí, um detalhado plano de negócios para a região. O estudo contou com o financiamento da Climate and Land Use Alliance e teve como objetivo encontrar alternativas de desenvolvimento sustentável dentro da maior unidade de conservação do Brasil.

O resultado é o estudo “Renda, Floresta e Vida: Um Plano Para a Reserva Extrativista Verde Para Sempre”, que acaba de ser lançado, fruto de um minucioso trabalho de pesquisa e mapeamento do cenário socioeconômico, político e institucional do território e que aponta para as duas cadeias produtivas com maior potencial de renda e menor impacto no ambiente.

Para saber quais foram as cadeias priorizadas clique aqui e faça o download.

Últimas notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *