Notícias

Expansão de atividades econômicas sustentáveis na Resex Verde Para Sempre é tema de estudo do InterElos

Resex Verde Para Sempre

Com o financiamento da Climate and Land Use Alliance (CLUA), colaboração internacional de fundações que acredita que as florestas e o uso sustentável da terra são parte essencial da resposta global às mudanças climáticas, o Instituto InterElos vem desenvolvendo um estudo sobre as cadeias produtivas de base comunitária na matriz econômica da Resex Verde Para Sempre, a maior reserva extrativista do Brasil, com área de 1.289.362,78 hectares, localizada na foz do rio Xingu e ocupando cerca de 75% do território do Município de Porto de Moz, no Estado do Pará. 

A sua criação em 2004 foi fruto de diversas lutas sociais para preservar a integridade de territórios comunitários, bem como suas atividades econômicas e seus recursos naturais. Por isso, um dos objetivos básicos do projeto é  proteger os meios de vida e a cultura da população estimada entre 10 e 11 mil habitantes, construindo de forma coletiva e participativa planos de negócios para até duas cadeias produtivas, escolhidas e priorizadas pelos atores locais na reserva, com foco na geração de renda, proteção social e conservação florestal. 

​O estudo em desenvolvimento pelo InterElos se divide em 4 fases principais:  

  1. Articulação estratégica com atores locais para a convergência de propósitos  visando compreender quais as cadeias de valor com potencial para o desenvolvimento de planos de negócios;
  2. Estudo em profundidade sobre as necessidades organizacionais, de produção, comercialização e marketing para produtos derivados das cadeias de valor priorizadas;
  3. Compreensão do modelo educacional (Casa Familiar Rural) e identificação de oportunidades de melhoria e integração com as cadeias de valor priorizadas;
  4. Elaboração de dois planos de negócios para cadeias priorizadas de modo participativo com atores locais e definição de uma estratégia de financiamento para estruturação e implementação de cadeias de valor atrativas e viáveis.

Paralelamente, a equipe do Instituto InterElos vem fazendo o levantamento de dados territoriais do município de Porto de Moz (PA) no IBGE, com informações referentes ao tema da educação no campo, a fim de elaborar um material que consolide o contexto histórico das instituições que viabilizam a interação entre a educação formal e a realidade local no currículo pedagógico como, por exemplo, o modelo educacional Casa Familiar Rural. Essa análise visa identificar oportunidades de melhoria e integração das cadeias produtivas priorizadas.  

Além disso, a equipe do InterElos apresentou recentemente um Relatório Preliminar Técnico referente à primeira fase do estudo contendo metodologia, resultados preliminares, aspectos históricos regionais, informações estratégicas sobre as cadeias produtivas e as escolas rurais. O estudo identificou sobretudo algumas das principais oportunidades e desafios da região e apontou os próximos passos do trabalho, procurando sempre priorizar a construção de uma visão econômica mais inclusiva da Resex Verde Para Sempre e fortalecer seu contexto regional.

Últimas notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *